"Nosso corpo é nosso templo, nossa vida deve ser nossa religião e cuidar dela nosso ato de fé".

sábado, 26 de maio de 2012

Exercícios aeróbicos vs. Exercícios anaeróbicos


Aeróbico ou anaeróbico diz respeito ao tipo de metabolismo energético que está a ser maioritariamente utilizado pelo organismo como resposta à atividade física desempenhada.

Nos exercícios aeróbicos, o oxigénio é utilizado nos processos de produção da energia que é transportada para os músculos em atividade. Quanto maior for a capacidade do organismo em aproveitar o oxigénio recebido (Vo2máx), mais eficiente será a produção de energia (adenosina trifosfato – ATP) através do processo conhecido como fosforilação oxidativa.

Os exercícios aeróbicos caracterizam-se por serem de longa duração e de baixa a moderada intensidade. O treino aeróbico melhora, significativamente, o funcionamento do coração, pulmões e todo o sistema cardiovascular, contribuindo para uma entrega de oxigénio mais rápida por todo o corpo. Andar a pé, pedalar, nadar, jogging e dançar são exemplos de atividades aeróbicas.

Nos exercícios anaeróbicos, o oxigénio não é necessário para a produção de energia. No sistema anaeróbico, há dois mecanismos através dos quais a ATP é produzida: 1) fosfocreatina e 2) glicogenólise anaeróbica. O ácido láctico é o produto residual deste último mecanismo.

Os exercícios anaeróbicos caracterizam-se por serem de curta duração e de alta intensidade. Como exemplos, temos a musculação, os sprints e o arremesso de peso.

O melhor de tudo é que queimam gordura

Tanto os exercícios aeróbicos como os anaeróbicos aceleram o metabolismo. Quanto mais acelerado estiver o seu metabolismo, mais calorias queimará. Quantas mais calorias queimar, mais depressa eliminará a gordura do seu corpo.

Para quem não tem muito tempo para treinar, com apenas 3 minutos diários de sprints (treino anaeróbico) já consegue aumentar o metabolismo [*1].

REFERÊNCIAS OU NOTAS:

[*1] – Babraj, J. et. al., Extremely short duration high intensity interval training substantially improves insulin action in young healthy males, BMC Endocrine Disorders 9:3, Janeiro 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails