"Nosso corpo é nosso templo, nossa vida deve ser nossa religião e cuidar dela nosso ato de fé".

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Planejar o cardápio é importante para quem malha



Mesmo que você não seja um atleta profissional, adotar uma alimentação correta ao se matricular na academia é importante. Vale o mesmo se você corre ou pratica outra forma de atividade física por sua própria conta. Uma dieta inadequada pode prejudicar o resultado do exercício, levando à falta de energia e à perda de vitaminas e minerais necessários ao bom funcionamento do organismo.

De acordo com a nutricionista Mariana Corrêa Gonçalves, professora do Instituto de Nutrição da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), o planejamento alimentar é necessário ainda que você não seja daqueles que participam de competições ou treinam com maior intensidade. “Se a pessoa continua com o cardápio da época em que não fazia qualquer exercício, não só perde o pique para o esforço físico como corre o risco de não recuperar os músculos direito após as aulas, favorecendo o surgimento de lesões”, destaca Mariana.

A nutricionista observa que um erro muito comum de quem deseja emagrecer com exercícios é seguir também, ao mesmo tempo, dietas com exclusão total de carboidratos – arroz, pães e massas, por exemplo. Embora isso até ajude a perder peso, Mariana insiste que os carboidratos não devem ser nunca “abandonados” por quem malha. Quando isso acontece, ela explica, uma das conseqüências é que, depois de finalmente emagrecer, a pessoa tende a ganhar peso rapidamente assim que começa a retomar alimentação habitual, mesmo continuando com o exercício.

Ela observa também que investir apenas num cardápio mais rico em proteína, por causa da fama que o nutriente tem de ajudar no fortalecimento dos músculos, não ajuda a ganhar musculatura. “Mesmo com muitas proteínas no cardápio, a falta de carboidratos não permite o ganho de massa muscular e ainda leva ao cansaço”, diz a nutricionista.

É bom lembrar, no entanto, que os carboidratos também devem ser bem escolhidos. Os legumes e os grãos, massas e cereais integrais são fontes muito mais ricas e saudáveis que as massas feitas de farinha branca e o próprio arroz branco.


Suplementos alimentares

Outro item importante no planejamento do cardápio de quem pratica exercícios são os suplementos alimentares. Mariana adverte, porém, que esses produtos devem ser utilizados apenas sob orientação médica ou de um nutricionista, uma vez que as características biológicas da pessoa, a intensidade e a frequência do esforço físico têm que ser analisados para que as fórmulas sejam adequadas a cada caso.

Segundo a nutricionista, o uso de suplementos sem controle pode levar inclusive a efeitos colaterais sérios como pressão alta, irritabilidade e até mesmo depressão. “Há vários suplementos permitidos pela Anvisa que podem ser usados, mas apenas quando de fato contribuírem para a saúde das pessoas e sob os cuidados de um especialista”, reforça a nutricionista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails