"Nosso corpo é nosso templo, nossa vida deve ser nossa religião e cuidar dela nosso ato de fé".

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Acidente na transa


Não seja surpreendido por cãibras, alergias e outras ciladas na hora H. Saiba como se prevenir
Quem transa já passou por alguns dos inconvenientes que listamos aqui.
No auge da excitação, uma investida mais brusca ou uma pegada de mau jeito podem de' agrar desconfortos sem maior importância, como uma cãibra, ou até problemas mais sérios que obrigam você a ficar de repouso. "Um bom condicionamento físico ajuda a prevenir a encrenca, mas imprevistos acontecem com qualquer um", explica a sexóloga pernambucana Valéria Walfrido. Logo, fique esperto para minimizar os riscos. Se mesmo assim a sorte falhar, siga nossas dicas para garantir uma recuperação rápida e ficar pronto para outros momentos tão prazerosos.

1. MARCAS DE UNHA

O que são: aquelas "discretas" feridas que alguem carimba em todo o seu corpo quando você capricha na performance e ele se empolga.

Conseqüências: dependendo do afinco com que crava suas garras, "a lesão pode sangrar, inflamar e até infeccionar", avisa a dermatologista paulistana Luciane Scattone, consultora da Men's Health. Em alguns casos, há formação de pus e de uma crosta durante o processo de cicatrização. "Sem contar que a marca pode permanecer para sempre", alerta a médica.

Como prevenir: peça gentilmente que seu parceiro corte um pouco as unhas. Assim o estrago será menor. "Também é importante que as mãos estejam bem lavadas para eliminar bactérias", recomenda Luciane.

Como tratar: "Nos dois primeiros dias, lave a região traumatizada com água e sabonete e aplique uma pomada antibiótica", aconselha a dermatologista. "Nos cinco dias subseqüentes, repita a higienização, mas troque a pomada por uma solução anti-séptica", ensina. Assim que a casca do ferimento cair, passe protetor solar no local até que a mancha desapareça.

2. ALERGIA AO LÁTEX OU AO LUBRIFICANTE

O que é:
reação alérgica aos materiais de que são feitas as camisinhas.

Conseqüências: vermelhidão, coceira e/ou pequenas feridas semelhantes às provocadas pelo herpes. Se você já tem histórico de alergia a alimentos, ácaro ou outras substâncias, fique de olho, pois o risco é maior.

Como prevenir: se a causa for o lubrificante, basta excluir a marca que provocou o problema e testar outra na próxima vez. Mas se você tem alergia ao próprio látex, o jeito é programar a noite e se precaver. "Tome um antialérgico no dia anterior e, antes de colocar o preservativo, espalhe um creme de corticóide ou um à base de silicone no pênis", recomenda Luciane Scattone. "Retire a proteção logo depois do ato", completa a dermatologista. "Em geral, a alergia costuma ser branda."

Como tratar: também com cremes de corticóide e remédios antialérgicos.

3. DOR NAS COSTAS

O que é: dor provocada por trauma decorrente de movimentos muito intensos, posição desconfortável para a coluna, colchão muito mole ou uma combinação desses fatores.

Conseqüências: "Os trancos na hora de transar podem tanto causar nova lesão nas costas como despertar um problema preexistente", avisa o quiropraxista Jason Gilbert, do Instituto Internacional de Quiropraxia, em São Paulo. Por isso, a intensidade da dor varia.

Como prevenir: segundo Gilbert, você deve prestar atenção nos sinais do seu corpo. "Se determinada posição incomodar sua coluna, não insista e mude", aconselha. Se você já tem um problema conhecido, escolha uma que exija menos movimentos (o parceiro por cima, por exemplo). E opte por um colchão mais firme.

Como tratar: "Logo que a dor aparecer, envolva gelo em uma toalha e aplique na região por 20 minutos", ensina o quiropraxista. Se os sintomas permanecerem ou se intensificarem nos dias subseqüentes, procure orientação médica.

4. CÃIBRA

O que é
: "É uma reação do organismo à sobrecarga no músculo", resume o clínico-geral Flávio Dantas, da Universidade Federal de São Paulo. Segundo ele, isso acontece quando você fica muito tempo em uma posição que contraia o tecido muscular. Então a reserva de oxigênio que fornece energia para essas células passa a ser insuficiente, e o corpo reclama.

Conseqüências: dor e rigidez. Esses sintomas indicam que você abusou de seu músculo. Como prevenir: "É importante consumir alimentos com sódio, cálcio e potássio, como água-de-coco, leite e banana. Esses minerais regulam a contração muscular", diz Dantas. Valéria Walfrido explica que a posição que favorece cãibras é aquela em que o homem fica em pé forçando a panturrilha para cima e para baixo enquanto segura o parceiro. Por isso, se o problema aparece com freqüência, escolha outra posição ou aumente a ingestão desses nutrientes.

Como tratar: relaxe, saia da posição de contração e espere o desconforto passar. "E alongue o músculo comprometido", recomenda Valéria. De qualquer forma, a cãibra costuma desaparecer depois de alguns segundos.

5. ATAQUE CARDÍACO

O que é:
durante qualquer exercício físico (e o sexo está incluído nesse grupo), o coração trabalha mais para distribuir sangue aos músculos. "Com o ritmo acelerado, se houver uma obstrução nas artérias, o fluxo fica comprometido e há risco de ataque cardíaco", explica Flávio Dantas. Segundo o médico, isso não é comum durante uma transa. "O ataque decorrente do ato sexual e de qualquer atividade física representa apenas 0,6% dos casos de morte súbita."

Conseqüências: você sabe que o assunto é sério e pode levar a pessoa à morte. "Os principais sintomas são dor no peito, com ou sem irradiação para o braço esquerdo, falta de ar, sudorese e dor na região do estômago", detalha o urologista Celso Gromatsky, consultor da Men's Health.

Como prevenir: se você tem algum fator de risco como obesidade, sedentarismo, colesterol alto, diabetes, hipertensão ou histórico familiar de doença cardíaca, é fundamental um acompanhamento médico periódico. "Condicionamento físico e alimentação balanceada ajudam muito a prevenir o problema", conclui Dantas.

Como tratar: ao notar os primeiros sintomas, vá imediatamente ao hospital mais próximo. O tratamento varia de acordo com o caso. Pode ser cirúrgico ou com medicamentos. Em alguns casos o paciente pode ser submetido a uma angioplastia - procedimento em que se utiliza um aparelho para desentupir a artéria comprometida.

6. FRATURA PENIANA

O que é:
"O pênis possui três cilindros, chamados corpos cavernosos, que são compostos de músculos e revestidos por uma membrana resistente. Quando ocorre uma ereção, essas estruturas se enchem de sangue, conferindo rigidez ao membro. Uma ' exão abrupta pode fazer com que a membrana se rompa, desencadeando o problema", explica Gromatsky.

Conseqüências: a dor costuma ser muito intensa, o pênis incha e, devido ao extravasamento de sangue, forma-se um hematoma. "O membro fica com aspecto de berinjela", compara o urologista.

Como prevenir: "Muito cuidado na posição em que o parceiro fica por cima", alerta Valéria Walfrido. O acidente, de acordo com a sexóloga, acontece principalmente quando o pênis é totalmente retirado . "No momento da reintrodução pode haver uma ' exão brusca caso o membro não atinja corretamente o alvo."

Como tratar: se acontecer a fratura, corra para o hospital. "Geralmente o tratamento é cirúrgico e, quanto mais rápido for o atendimento, maior a chance de o paciente se recuperar completamente", diz Gromatsky. Normalmente a fratura não deixa nenhuma seqüela. Menos mal. O único inconveniente é que seu amigão terá que ficar um tempo sem comparecer.

7. CHUPÃO

O que é: aquela mancha nada discreta, vermelha ou roxa, que aparece no seu pescoço ou em outras partes sensíveis do corpo depois de momentos picantes de "sucção".

Conseqüências: um chupão bem dado rompe microvasos sangüíneos da região, deixando-a dolorida, com aquela mancha que você conhece bem. Ela demora cerca de sete dias para desaparecer completamente. E o pior: fica vermelha, roxa, amarelada, enfim, uma variação de cores para ninguém botar defeito e para você pagar bastante mico nas reuniões de trabalho.

Como prevenir: impossível, só pedindo para seu parceiro maneirar na empolgação. Como tratar: você pode optar entre a arnica, que é um produto natural, e outras pomadas que você passa sobre as pancadas de uma partida de futebol (como Reparil e Hirudoid). "Aplique o produto cinco vezes ao dia", afirma Luciane Scattone. "Essas fórmulas contêm substâncias
que ajudam na cicatrização dos vasos e fazem a mancha sumir mais rapidamente."


MALHE SEM PREOCUPAÇÃO MÚSCULOS FORTES PARA UM DESEMPENHO MELHOR



A atividade física ajuda a prevenir metade desses problemas que estragam sua noite. "O alongamento e o fortalecimento das musculaturas abdominal e paravertebral protegem sua coluna e evitam que você tenha dor nas costas", diz o 4 siologista Paulo Zogaib, da Universidade Federal de São Paulo. Sem contar que alongar os músculos também evita cãibras, pois os torna mais preparados para o processo de contração. Siga os exercícios sugeridos por Zogaib


FORTALECIMENTO
(3 séries/10 repetições)

Abdominal simples: Deite de costas, flexione as pernas e contraia o abdome. Levante os ombros em direção ao joelho devagar. Retorne à posição inicial.

Hiperextensão da coluna paravertebral: De bruços, num plano mais alto que o solo, apoie pernas e cintura. Solte cabeça e peito para baixo e force para cima. Volte ao início

Agachamento: Com as pernas paralelas e abertas, agache flexionando os joelhos. Concentre a força para subir no calcanhar.


ALONGAMENTO
(10 segundos na posição/
4 repetições)

Alongamento de posteriores: Fique em pé com as pernas esticadas e tente alcançar os pés com a ponta das mãos.

Alongamento da virilha: Afaste bem as pernas. Dobre uma delas mantendo a outra esticada. Volte ao início e repita do outro lado.

Alongamento de pernas e virilha: Afaste bem as pernas e dobre os dois joelhos. Sinta alongar a parte interna das coxas (músculo adutor) e a virilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails